Aula de 06/12/1993 – Deleuze e os estoicos: a quarta dimensão é a singularidade

“Em Platão a essência é causa. Para os estoicos a essência é causa. Só que a causa platônica é lá em cima…, tornando os seres semelhantes. A causa dos estoicos é dentro do corpo, tornando os seres diferentes. Que coisa linda! A causa é verdadeiramente a essência do ser, mas não um modelo ideal que o ser se esforça por imitar! Porque o Platão força os seres a imitar a essência: “imita, filho da puta! Imita!”. A causa nos estoicos é verdadeiramente a essência do ser: a causa produtora que age nele, vive nele e faz vivê-lo. A causa dentro dele que vive nele, age nele e faz vivê-lo. A essência é a razão da vida de cada ser. Para afirmar o que? A diferença!”

Parte 1:

 

Parte 2:

 

A aula começa com o som baixo e com ruídos, mas após 2 minutos a voz se estabiliza.

  1. Quanto mais eu conheço o trabalho (as aulas) do Prof. Cláudio, mais apaixonada eu fico pela Filosofia. Fico extasiada em ver como ele conseguia transformar o incompreensível (para iniciantes como eu) em compreensível. Aproveito para expressar o show de bola que foi a aula de Spinoza… o paralelo com o oceano, os ventos contrários, o Conatus. Fantástico!!!

    Responder

  2. O Cláudio é realmente incomparável! transforma tudo em algo tão proximo e belo. Gosto muito e me divirto tambem com as brincadeiras que as vezes faz em aula. É tudo vivo!

    Responder

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: