Aula de 30/06/1994 – Lucrécio: a felicidade suprema e a arte humana da infelicidade

Lucrécio: a felicidade suprema: Parte 1
Lucrécio: a felicidade suprema: Parte 2
Lucrécio: a felicidade suprema: Parte 3
Anúncios

3 comentários em “Aula de 30/06/1994 – Lucrécio: a felicidade suprema e a arte humana da infelicidade”

  1. Os 4 últimos minutos da parte 2 dessa aula, há um diálogo de Cláudio com uma aluna sobre a noção de “trágico” que é um pequeno poema filosófico, que vale a pena ser ouvido.
    Resumo: “Nosso corpo não nos pertence, pertence à natureza”… Pois os átomos eternos que compõem todos os corpos não se cansam de construir novos e novos mundos. Combinatória epicurista, lucreciana ou espinozista.

    Curtir

  2. esse Claudio Ulpiano deixa a gente tonta, essa foi uma aula que ouvi após a trilogia de aulas sobre Lucrécio, logo foram quatro bombas atômicas nesse frágil corpo e mente tomados pelos falsos infinitos. Queria dizer o quanto o trabalho de todos os seus alunos em gravar e postar as gravações e transcrições são perigosos e necessários, afinal essas lições e estímulos para a leitura e para o pensamento se multiplicam. Em tempos de Felicianos, a urgência de combater o dito ‘homem religioso’, no sentido dado nessas aulas, se materializa. Lindo esse homem chamado Claudio, bom que posso conhece-lo mesmo ‘morto’, ele continua emitindo seus átomos, que maravilha esses serem eternizados neste dispositivo.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s