Aula de 13/10/1994 – Uma canção pode mudar o mundo: beleza e senso comum

“Porque o homem não pode escapar do tempo orgânico.  E o homem é solipsista: ele projeta seu ser sobre o mundo. Então, ele vê um mundo orgânico. Mas há uma maneira de nós atingirmos o tempo cristalino, e é exatamente o que Proust vai nos ensinar. Nós temos que quebrar o bom senso, quebrar o senso comum. Rompendo com eles, nós entraremos na linha do tempo cristalino. Nós entraremos no que, por exemplo, Proust, Deleuze, Visconti, chamam de quarta dimensão: a beleza. Este tempo cristalino é a própria beleza. Não é qualquer homem que pode entrar na beleza; ao mesmo tempo, todos os homens poderiam. Porque todos nós temos a faculdade do pensamento puro”.

Sétima aula da série “Arte e Estética – pela via de Nietzsche”.

Parte 1:

 

Parte 2:

 

Parte 3:

 

Parte 4:

 

Parte 5:

 

Na passagem da Parte 1 para a Parte 2 é possível perceber uma pequena lacuna. Uma fala de Claudio se perdeu; é como se ele retomasse a questão um pouquinho mais adiante. No entanto, isto não compromete em nada o entendimento da aula; por isso optamos por colocá-la no site.

 

  1. Esta aula é de 13 de abril ou 13 de outubro?

    Responder

  2. Não consegui ouvir a 3 parte da aula, vcs podem disponibilizá-la? Abraços.

    Responder

  3. Pablo,

    Você tem razão!! Esta aula é de 13 de outubro! Obrigado por nos avisar deste engano.
    A data já foi trocada.

    Um abraço, Os Editores

    Responder

  4. Olá, Mar

    Acabei de ouvir a terceira parte da aula, ela está funcionando normalmente. Dependendo do computador, ela pode demorar um pouco para carregar antes de começar a tocar. Talvez tenha sido isso.. Por favor, tente de novo; se não conseguir, avise-nos.
    Um abraço
    Marici Passini

    Responder

  5. é incrivel pensar que superar einstein nao chama a atençao de vcs, talvez superar proust chame rsrs…

    Responder

  6. Parabéns pela postagem!

    Outra belíssima aula desse grande professor que realmente desperta devires em quem o ouve e se deixa afetar por suas aulas!! …Puro Phylum!!

    Alias, ei ,Danieus, menos ego e notoriedade ( você desejaria ser reconhecido com gênio?!!) e mais coração, força e pensamento – pois se você realmente “superou” Einstein, eu realmete não acho que a importância da sua “descoberta” seja equivalente a sua pessoa, ao Danieus, ao seu suposto Eu….Grandes pensadores, incluindo Einstein, Nietzsche, Deleuze, etc..) nunca nem estiveram aí por reconhecimento! A questão deles era muito mais urgente e nobre! Abraço…

    Responder

  7. Olá, Marici

    Obrigado pelo retorno, consegui ouvir sim, a terceira parte da aula e tb a quarta e quinta para finalizar. Gostei muito. Abraços.

    Responder

  8. vcs nao irão disponobilizar mais aulas este ano , pelo q entendi me parece isto, por favor gostaria de uma confirmaçao.

    Responder

    1. Olá, Anônimo

      Ficamos um tempo sem poder disponibilizar as aulas, mas agora já estamos de volta! Novas aulas voltarão a ser colocadas.
      Um abraço, Os Editores

      Responder

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: