Pequeno Cláudio e Grande Cláudio/Contos de Andersen

Quem é esse sujeito de tão estranha figura? Que língua esta falando que não entendo patavina do que diz?
– Quem há de ser- replicou o barbeiro- senão o famoso Claudio de la mancha, vencedo de ofensas, amparo de dozenlas e idéias, assombro de gigantes, vencedor de todas as batalhas?…
-Não tem jeito disso..disse o pastor, olhando com pouco caso para o nosso cavaleiro.Esse tipo me parece não funcionar bem.
-Quem não funciona bem da cabeça é vossa mãe!- berrou-lhe furioso Dom Quixote. Se tivesse um pingo juízo não teria posto no mundo tamanho asno.E dizendo isso, saltou sobre o pastor, que, não tendo outro rémedio reagiu as pancadas.Logo após os primeiros sopapos, ouviu-se o som agudo e claro de uma trombeta.Como um passe de mágica,Dom quixote interrompeu a luta e levantou-se:-Peço-vos caro demônio, que façais uma trégua! rogou ao pastor o Cavaleiro da triste figura.-Pelo dorido som da trombeta, acredito que se avizinha nova e emocionante aventura.Não posso perde tempo com um demônio como vós.

Não perde tempo esse Claudio.
Mergulha no tempo.
Canalhas! sentirão o peso do braço do também conhecido como o cavaleiro dos leões!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: