Manuscrito 8 – Acreditemos no lugar que estamos

“Este enunciado, não me importa muito a que lugar ele irá levar-me: a que lugar o Aqueronte me leva, a que lugar meus sonhos me levam, a que lugar uma amizade me leva, a que lugar o amor me leva… e ao lugar que somos conduzidos, é isto que importa a um ser que irá morrer? Não. Podemos “errar” desde que queiramos segurança em excesso no meio de transporte, porém acreditemos no lugar em que estamos e no lugar para onde vamos.”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: