Manuscrito 9 – Há textos que são difíceis

“Platão

Estado do mundo e objetividades vistas

Há textos que são difíceis, inacreditavelmente difíceis – e nos desafiam de suas distâncias aparentemente inalcançáveis. Dar importância à essência é ressaltar o platonismo, mas também fazer Proust presente. Bem, pelo menos assim faz Deleuze. Aproxima e depois agencia-se com o menos destacado, pois deste tira a renovação. Então a ideia de essência é renovada em Proust? Sem dúvida, é assim que aparece: mas tão relacionado a tudo, à obra de Deleuze, que ir ao Proust, é ir à obra toda de Deleuze.”

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s